hospedagem de site

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Conheça os 10 sinais que seus parceiros revelam antes da traição.



1-Fases de insatisfação pessoal, intromissão da família no casamento e conflitos com o nascimento do primeiro filho são questões que merecem atenção especial, pois podem abrir espaço para que uma terceira pessoa surja no caminho e sirva como válvula de escape de um relacionamento desgastado. Quem já vem pesando os prós e contras de trair pode dar pistas, sem perceber, sobre o que está pensando em fazer. 

2-Você se torna mais desejável | Se, de uma hora para a outra, quem divide a cama com você começar a propor posições diferentes, caprichar mais na qualidade e no tempo das preliminares e a se interessar por brinquedinhos eróticos, pode ser apenas uma tentativa de inovar. Mas pode ser um sinal de que há um desejo de traição surgindo, afirma a detetive particular Angela Bekeredjian, de São Paulo. Tanto fogo pode significar uma espécie de "reciclagem intensiva" sobre os prazeres da carne, ou seja, a pessoa pode estar querendo melhorar a performance para, quem sabe, demonstrá-la a algué.

3-Tudo o que você fala é motivo de atenção | É pouco provável que você tenha se transformado em uma pessoa mais interessante de uma hora para a outra. O que pode estar acontecendo é que seu parceiro ou parceira passou a ficar com as antenas mais ligadas para conhecer a fundo os detalhes da sua rotina e saber seus horários, o tempo que demora para se deslocar de um lugar para outro, trajetos, compromissos na agenda etc. Tudo isso para evitar um flagra, caso coloque mesmo em prática o projeto pulada de cerca. 

4- Insatisfação com as demonstrações de ciúme | Você anda sentindo ciúme demais e irritando seu parceiro ou parceira com ele? "A desconfiança exacerbada e sem fundamento acaba com a mais promissora das relações", diz a psicóloga Carmen Cerqueira Cesar. Quem se sente tolhido o tempo todo pode se envolver em outro romance por dois motivos: o primeiro é, de modo inconsciente, atender às expectativas do ciumento. A segunda razão seria buscar no outro relacionamento uma válvula de escape para tanta vigilância.

5- Distanciamento com a chegada de um filho | De acordo com a psicóloga e sexóloga Maria Claudia Lordello, da Unifesp, a chegada de um bebê é uma prova de fogo para muitos homens e mulheres. "O filho, em especial o primeiro, sempre ocupa a função de um elemento estranho na vida do casal. A rotina muda totalmente e ambos precisam dar conta de assumir os novos papéis de pai e mãe, sem deixar de lado o fato de que são parceiros", diz. Problemas como a mulher mergulhar demais na maternidade e só pensar na criança, o homem sentir ciúme do novo membro da família ou o casal não ter estrutura emocional para lidar com as mudanças que um recém-nascido em casam, podem desencadear uma crise. Não resolver essas questões pode levar um dos dois à traição .

6-A família vem se intrometendo demais na relação | Segundo a psicóloga e sexóloga Maria Claudia Lordello, da Unifesp (Universidade Federal do Estado de São Paulo), é óbvio que a família não pode ser acusada, de forma direta, da infidelidade de uma das partes do casal. "Mas os palpites e as implicâncias de parentes ajudam, sim, a desgastar um relacionamento, principalmente se um dos dois não toma nenhuma atitude em relação a isso", declara. A intromissão frequente anula e desrespeita o casal. E, como forma de fugir da pressão da sogra, por exemplo, não é incomum que o alívio seja encontrado nos braços de outro alguém.

 7-A pessoa passa por um momento de crise | De acordo com a antropóloga Mirian Goldenberg, autora de "Por Que Homens e Mulheres Traem?", a crise nem sempre tem a ver apenas com o relacionamento ou com o namoro, mas com a carreira, com os projetos pessoais, os sonhos deixados para trás, a chegada de alguma faixa etária. "A pessoa se sente, de modo geral, insatisfeita, com vontade de dar uma guinada na vida. É esse desejo de mudança que, muitas vezes, abre espaço para o surgimento de um novo romance".

8-Não há olho no olho durante as conversas | O olhar, como qualquer especialista em linguagem corporal defende, em muitas situações diz mais do que as palavras e pode até mesmo contradizê-las. Evitar contato visual é uma maneira de tentar esconder os próprios sentimentos, como dilemas íntimos.

9-O interesse cultural aumenta | Quando nos envolvemos com alguém, procuramos dar e mostrar o nosso melhor, de acordo com a antropóloga Mirian Goldenberg. Afinal, a intenção é seduzir. "O tempo de convivência entre um casal vai fazendo com que homens e mulheres passem a mostrar apenas o seu pior. O mau-humor, a desatenção, a cara feia pela manhã...", exemplifica a antropóloga. Seguindo essa lógica, ele ou ela pode começar a investir mais em informação e a se interessar por novidades ou gêneros diferentes de livros, filmes e músicas. A probabilidade é que, com isso, a pessoa queira ampliar o repertório para impressionar algum alvo amoroso.

10-Você acha que venceu o jogo | Você se deixou levar pelo lado sombrio da rotina, que é considerar que seu parceiro ou parceira lhe pertence para todo o sempre. "Quem pensa dessa forma não se esforça para seduzir nem para alimentar o desejo ou a insegurança do outro, fatores fundamentais para que a relação se sustente. Um pouco de medo de perder sempre é bom", diz a psicóloga e sexóloga Maria Claudia Lordello. Se você percebe que seu par nota seu excesso de autoconfiança, cuidado. O comodismo masculino, segundo a antropóloga Mirian Goldenberg, costuma detonar vários casos de infidelidade feminina. "Boa parte das mulheres que traem não busca o sexo. Elas têm sexo em casa. O que não têm, muitas vezes, é beijo na boca, romance, elogios. Elas querem se sentir conquistadas e seduzidas".

Fontre: uol mulher 

Artikel Terkait:

0 comentários:

Postar um comentário